Trilha do Morro da Urca – RJ

E, no embalo da nossa última aventura em MG, resolvemos apostar em novidades com a Nanda e arriscar uma trilha que já havíamos feito 2 vezes, antes dela nascer, há uns 4 anos. Sabíamos que a trilha do Morro da Urca era tranquila, mas com uma subida considerável (são 900m até o morro), e fomos acreditando que a Nanda encararia de boa, mas que pediria colo boa parte do trajeto.IMG_20170129_082726776

Para evitarmos um empecilho a mais, chegamos por volta de 8h da manhã na Urca, tentando evitar o sol que dificultaria a nossa subida. A trilha inicia-se pela pista Claudio Coutinho, próximo a Praia Vermelha, na Urca. Logo de cara percebemos excelentes mudanças em relação a última vez que estivemos por aqui, a trilha estava muito melhor sinalizada e com escadas, facilitando a nossa subida, apesar de serem degraus altos.

Pois é, e para nossa surpresa, a Nanda subiu toda essa parte da trilha que tem escadas (praticamente metade dela), sem reclamar ou pedir colo, curtindo a paisagem e procurando micos pelo caminho. A questão sol também não foi problema, apesar de termos ido cedo, a trilha tem muita mata fechada, o sol não chega a incomodar.

IMG_20170129_090315227

 

A segunda metade da subida foi um pouco mais cansativa para o Alex, que teve que carregar a Nandoca no coloca algumas vezes, mas nada que complicasse o passeio, até porque ela ainda percorreu uma boa parte no chão.

Ao chegar no Morro da Urca, depois de, aproximadamente, 40 minutos, pudemos desfrutar da maravilhosa vista do Rio de Janeiro que o local nos proporciona. A Nanda curtiu bastante, se divertiu pelos vários espaços e ainda recebeu um copão de pão de queijo de recompensa(rsrsrsrsrs). 🙂

Falando em comida, não se esqueçam de levar muita água (fundamental para a subida) e alguma comidinha para a trilha, afinal, foram mais de meia hora de subida. Também foi super importante realizarmos algumas paradas pelo caminho, quando percebíamos que a Nanda estava cansada, ficávamos procurando miquinhos pelo local. Aliás, se encontrar um mico, não os alimente, apenas tire fotos!!! E, mais importante ainda, não jogue seu lixo pelo caminho, se não tiver lixeiras, guarde-os para quando uma lixeira aparecer.

Para descer, você pode retornar pela trilha ou pagar o bondinho de volta que custa R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia). A Nanda, com 3 anos, não pagou a descida. (http://www.bondinho.com.br/nova-regra-para-acesso-ao-morro-da-urca-atraves-das-trilhas/). E essa foi a nossa 2ª surpresa, pois achamos que a Nandoca ficaria com medo do bondinho, afinal, ele é todo de vidro, balança e a mamãe tem medo (:#)… mas ela é a Nanda Aventureira né?! Medo nenhum, curtiu pra caramba a descida, ficou passeando pelo bondinho enquanto a mamãe ficava agarrada no canto (rsrsrrsrs).

Dicas importantes:

  • Se for de carro, vá bem cedo… o local não possui muitas opções de estacionamento. Chegamos por volta de 8h e já não encontramos lugar para estacionar e acabamos parando bem longe da subida.

Opções de Transporte Público:

Existem linhas de ônibus que deixam próximo a Praia Vermelha, entre elas, linha 107 (saindo do centro) e 581 (saindo de Copacabana). Também há opção de metrô com integração, na Estação Botafogo – linha 513.

Ver mais em http://www.bondinho.com.br/como-chegar-2/

  • Não faça a trilha em dias de chuva ou se choveu bastante nos dias anteriores.
  • E, é claro, aproveite e curta muito a natureza sem sujar, sem destruir, preservando essa maravilha que o RJ nos proporciona.

Um grande abraço,

Família Nanda Aventureira!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s