Considerações de um pai [01 – 10]


22 de dezembro de 2013

Minhas primeiras considerações como pai … Todas as meninas do berçário disseram que Fernanda é um anjinho…. Até que Nandinha safada abriu o berreiro ontem… #momentomuiiiiiiitotenso

Até descobrirmos que só era fome…. Ela ultrapassou a barreira da velocidade do som com seu choro…

Como pode algo tão pequeno fazer tanto barulho? Tem amplificador…. Só pode! Kkkkkkk

E o primeiro coco….

Nossa! Pensei que aquela pasta de merda nunca desgrudaria da bunda da minha filha…. Sinistro! Mas enfim, ela continua sendo uma anjinha! Kkkkkkkkk


24 de dezembro de 2013

Segundas considerações de um pai …. rs

– Fernanda não queria dormir de jeito algum e chorou com aquela intensidade que eu desconhecia até então. O berro era tão alto que eu sem saber o que fazer, fiz o que todos os pais e mães despreparados fariam … Liguei para a pediatra ! Não, claro que não minha gente !!!! … Eu liguei o notebook, entrei no Google e digitei: “o bebê não dorme e chora muito” …

( … enquanto isto a mãe Juliana Paim verificava se ela estava suja, dava de mamar e colocava para arrotar, tudo junto, várias vezes, freneticamente … kkkkkkkkk )

Muito mais rápido com que se propagava o choro de Nandinha, surgiu um link no Youtube com a frase que eu procurar “como colocar seu bebê para dormir” … Vimos o vídeo e aplicamos a técnica poderosa do embrulhamento do bebê …. E todos dormimos felize .. s …. Não, claro que não minha gente !!! Vocês não aprendem mesmo …. Dormimos por umas três horas no máximo … kkkkkkkkkkkkkkkk


26 de dezembro de 2013

Terceira consideração de um pai…

Serei breve desta vez … Pois preciso muito, mas muito mesmo, utilizar o pouco tempo que te… nho … p …. dor ….. zzZzzzZzz … ZZz .. zzzZZz


4 de janeiro de 2014

Quarta consideração de um pai: Hora do banho, ela já estava cagada … Então após limpá-la para inicio do banho ela logo mijou no trocador da banheira … Limpamos ela mais uma vez e … banho … No metade do banho ela me olhou tão relaxada q não percebi que ela estava pronta para aquela cagada. Foi tão rápido que por muito pouco o jato de merda não acertou minha mão … No sufoco e com o trocador e banheira inutilizados conseguimos terminar o banho dela … E foi mal passar para a Juliana e um pingo de merda escorreu …. Daí percebi que minha filha, sangue do meu sangue, queria me cagar!

Uma hora depois outra cagada… E mal coloquei a nova fralda vi aquele olhar da banheira, e mais merda veio. Mas eu estava ligado e evitei mais uma vez o tiro de merda, então irritada ela me acertou com uma mijada … Menos mal para mim…. Rsrsrs…. Mas ela queria mesmo era me cagar!

Algum tempo depois ela estava no meu colo dando belos arrotos após uma bela mamada na mamãe…. E então aquele olhar novamente … Foi um peido tão forte que nenhuma fralda seguraria aquela pressão e finalmente senti a minha mão que segurava ela pela bunda úmida, mas limpa … Ao que notei minha barriga e umbigo um poço de merda! Ela tinha conseguido ….Rsrsrs


10 de janeiro de 2014

Bom dia, boa noite? Sei lá …. Quintas considerações de um pai:

Meia noite dei boa noite a Nandinha (rs), ela e seus arrotos pós mamada. Três da manhã, meu relógio biológico clama minha presença – Juliana me encara com olhar de: ainda não dormi nada seu puto! – e dou conta que já estou com Fernanda no colo circulando pela casa balançando e fazendo estranhos sons para niná-la. Por fim, derrotado, estava no sofá apreciando ainda seu belo choro. 4:30 a sogra aparece para ajudar – ah! Juliana congelou naquela mesma situação – e a sogra me disse: vai dormir. E fui! Há!!!! Pegadinha do malandro! Yeah yeah!! 5:00 bb no berço chorando muito alto! Só eu acordei – Juliana dormia com cara de: vai la seu puto! – e finalmente entendi o que ela falava na língua do choro: “mãe, pai, alguém… Ahhhhh ahhhh… aqui… Me pega que quero dormir no sofá ….” Resolvido! Dormimos no sofá da sala até umas 7 … Já era a hora de tomar café e ir trabalhar….


18 de janeiro de 2014

Sextas considerações de um pai:

Viajei e fiquei dois dias fora, em SP. Chegando de viagem louco de saudades do meu bb, já queria pega-la … Juliana – estava com uma cara de… Ufa! Enfim o puto retornou rsrsrs – já perguntou: vai dar o banho? Claro! Respondi…. Banho normal, mamada de 1 hora – este bb tem dois estômagos gente, de boa … – e berço … dormiu. Uma hora depois ela despertou me chamando, já!? Era muita saudade … Fui lá e Nandinha estava toda borrada… Era muita saudade meeeesmo!! rs Pela quantidade de merda não havia mais perigo! Não mesmo! Será!?

E aí, sem a menor vergonha e aviso, num momento de descuido meu, ela disparou um poderoso jato de merda. Para minha sorte, e azar do trocador, do móvel e outros utensílios … ela errou! Enfim, me dei bem nessa rs … A Juliana tb teve esta experiência uns dias antes…. Mas não teve sorte! Kkkkkkkkkk


18 de janeiro de 2014

Sétimas considerações de um pai:

Nandinha me chamou mais uma vez … Troca de fraldas! E missão dada é missão cumprida !!! Me mandou um jato de merda sem perdão … Está anotado hein minha filha… Papai te ama! rs mesmo cagado …. Kkkkkkk


8 de fevereiro de 2014

A pedidos… Oitavas considerações de um pai:

Cheguei em cada animado e já falando alto: Nandinha, papai está de férias!!! Fiz merda… Despertei a bb que estava quase apagando – Juliana me olhou… E apelou para o peito, única arma capaz de acalmar nossa cria. Nandinha apagou em seguida. Interfone tocou: é a pizzaria, alguém fala do outro lado – vc não sabia que as pizzarias falam e andam? Pois é! Antes mesmo de colocar meu pedaço a minha querida bb desperta clamando colo. Inícia-se o revezamento: um nina, outro come… Na minha vez ela fez coco, pq eu meu deus, pq!? OK… Limpei e depois lanchei. Já era hora de alimentar “a meia tonelada” (meu jeito carinhoso de chamá-la) novamente, depois de mais de meia hora Nandinha sai do peito já chorando… “pai, coloca ela para arrotar” Juliana ordena!

Ufa! Uns quinze minutos e decidi nina-lá.. Dancei valsa por uns vinte minutos ao som de “tananan nanan nanaaa, tanana nan nan nan…” que eu mesmo cantava… até que cansei e Juliana apelou novamente para a chupetada! Notei que eu estava pingando de suor, muito calor… E ao mesmo tempo a Ju tb notou que a Fernanda estava molhada.. Daí percebi que tinha me enganado: minha filha me mijou!

Já percebi que as férias irão prometer Rsrsrs…

Ah! Juliana agora está cantando “só love, só love” para ela dormir… Kkkkkkkk


11 de fevereiro de 2014

Nonas considerações de um pai … Episódio de hoje: As mamadeiras.

Segundo dia das minhas férias e Juliana me olha com cara de – é hoje!

Lá pras 12:30 Ju deu a última “tetada” e avisou: umas 13:30 já vá preparando a mamadeira dela, e foi ao dentista …

Nandinha ficou tranquila até o momento que eu decidi fazer a mamadeira, ela começou a reclamar e não queria a chupeta de jeito nenhum. Logo, eu corria pra cozinha fazia uma parte da mamadeira e voltava pra sala pra colocar a rolha, ops … a chupeta novamente e repetidamente. O único problema era: ainda preciso esperar o leite esfriar. Instantaneamente começamos a dançar a valsa por uns 15 minutos …

As mamadeiras estavam no ponto já! Depois que ela bebeu o leite tudo ficou em paz até que a mamãe retornasse … Oooo beleza! rs … Acho que irei deixar pingar, sem querer é claro, cerveja na mamadeira dela mais vezes … kkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkk

… Ah férias … 18 dias ainda …

201402011


14 de fevereiro de 2014

Tentei não expor vc minha filhota, mas vc não me deixou opções ….

Imerse neste conto … das Décimas considerações de um pai !

Quarta-feira (dia 13/02), lá pelas 2 da manhã. Juliana me acorda aos berros clamando ajuda, o berço torna-se um lago de merda. Nandinha ignorou o conceito das fraldas e lenços umidecidos não dariam conta do serviço. Apenas um banho. Lavamos Nandinha, lençol, cueiro, colchão … tudo q tinha direito. Voltei a dormir enquanto q a bb repunha suas energias (que sempre produzem cocô no final das contas rsrsrs).

No mesmo dia, isto mesmo, no mesmíssimo dia umas 4 da tarde … Mais um grito de uma mãe em desespero, nossa cria usou uma nova técnica onde ela explode um número 2 e logo em seguida o número 1 … O alvo desta vez foi a cadeirinha – já não é de hoje que ela não gosta desta cadeirinha, acho q foi pura revolta – Nandinha nadava num poço de cocô, pareceu até feliz ao me ver chegando … Sem nojinho de meter a mão na “massa”, resgatei minha gorduchinha e fomos para um outro banho, a mãe desta vez foi recuperar a cadeirinha. Mas acho que tudo o que Nandinha queria era dormir com papai e mamãe no quarto deles … por isso detonou o berço! rsrsrs

… Vc acha mesmo que acabou por aqui !? Há !!! Pegadinha do malandro !

Nandinha dever ser um bb avançado, tem seus próprios objetivos e o pior: persegue-os até o fim, não importa onde … Mas queria mesmo entender pq eu tenho q participar deles ??? Desculpa minha filha, papai não tem aquelas tetas de leite da mamãe. Seria isso !? Bom, não importa !!!

Vamos passear, Nandinha !? Ela adora passear de carro … mas não era o caso neste dia.

Quinta-feira, logo após a quarta-feira-cagada, ela seguia incomodada no bebê conforto (como ela se incomodaria no bebê conforto, não há lógica nesta frase !!!!) rumo a casa da titia Inha Alessandra). Lá chegamos, muitos paparicos e presentinhos, e Nandinha aguardava a hora certa para executar seu plano. Mantendo-se focada, se mostrou confortável no bebê conforto -agora sim tem lógica! – e dormiu (zzZzzZzzzz).

-Dormiu !!!

-Opa, vou almoçar já estou louco de fome !!!

Comida no prato, eu e Ju almoçávamos na casa do vovô Roberto enquanto a titia Inha tomava conta de sua sobrinha, na sua casa no andar de cima.

Então, um grito varre todo bairro de Vila Valqueire: “Aleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeexxxxxxxxxxx, Soccooooooooooorrroooooooooooooo” (eu ainda louco de fome indaguei Juliana: -alguém me chamou !?? kkkkkkkkkk) Juliana me olhou com cara de “Vai logo!!” rs … Larguei meu almoço e parti em disparada: -Jesus, o que infernos aconteceu aqui !!!?

… O bebê conforto, era uma piscina de xixi e cocô tudo junto e misturado -nossa, de novo não … (Ah! a mamãe continuou lá, almoçando …) – Nandinha com pernas e barriga cobertas de merda -porra ” até a barriga!?”. Não teve jeito … levei a bb dentro do bebê-conforto-de-merda até ao banheiro, enquanto que a titia vinha atrás limpando o rastro de merda que se formava pelo chão ( Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ). Seguiu-se então um banho completo na Nandinha, com direito a ter q desmontar e lavar todo o bebê conforto, pois em cada cantinho dele tinha merda … E o mais fascinante, era que enquanto ela tomava o bando ela ria para mim e para a sua titia.

Após executar seu plano, tornou-se um bb tranquilo como todos aqueles outros que vemos nos comerciais de TV, deu uma tetada na mamãe que só ficou rindo daquilo tudo e depois ficou brincando com o primo Lucas, Vovô e o papai limpador de cocôs …

Ufa! Acabou …. acabou !? rs rs … Não, não … Não seria tão fácil esta quinta-feira …


20 de fevereiro de 2014

Continuando…. Décimas considerações de um pai: parte 2!

Então retornávamos para casa, Nandinha estava leve e feliz, eu e Juliana muito felizes também, pois tínhamos algo muito importante para comemorar: 1 Ano de Casados – eu até arrisco chamar de “bodas de merda” depois de tudo que passei Kkkkkkkk – Estava tudo no esquema: Juliana já tinha se informado com seu médico e com o médico da Fernanda que não tinha problema algum em comer comida japonesa e nós já tínhamos o lugar certo para fazer o pedido… Ou você acha que eu ia em algum lugar jantar? rs. Claro que Fernanda não iria permitir!!

Chegando em casa já fui escolhendo os combinados enquanto que Fernanda sugava a sua mãe… Melhor impossível! Era o tempo exato entre ela terminar de mamar e dormir, e nosso pedido chegar… Aí era só jantar e partir para o abraço! Yeah!!

Nandinha dormiu no colo da sua mãe e foi colocada no berço, 5 segundos depois o Interfone toca! Fui como um louco desvairado de fome pegar a comida… Voltei ultra feliz. É hoje! Hahaha. Abri a porta e … Juliana me olhou com cara de: – Você acha mesmo que seria tão fácil? – Fernanda já chorava no colo da mãe, cólicas!

A comida foi para geladeira e me coloquei a esperar… Comi uns biscoitos maisena para matar um pouco da fome … E só umas duas horas depois é que conseguimos jantar, já era quase meia-noite. E claro, com nossa convidada especial bem ao lado, só colocando a chupeta para ela não chorar… No final de tudo terminamos a comemoração com chave ouro: na cama… Mortos de sono Kkkkkkkk.

Agora acho que finalmente entendemos o recado… Quem manda é nossa menina e temos que nos adaptar a vontade dela Rsrsrs… Mas como sempre estamos muito felizes com a nossa gorduchinha, fazemos tudo isso com muito amor. Nandinha, papai e mamãe te amam muiiiiiito. Apronte bastante! Mas um dia vai ter volta… Ah vai… Kkkkkkkk

Ah.. Neste momento aguardo ela dormir… Ou você acha que eu gosto mesmo de escrever de madrugada??? Rsrsrs

Ela dormiu! Boa noite… ZzzZzZ